Carnaval, Ellen Roche, você e eu...

08:37 @Tiabetok 20 Comentários

           Hey babys, mais uma vez estou aqui pedindo desculpas pelo atraso; é eu sei, mas foi carnaval! Eu saí dele mas ele não saiu de mim...o império da ressaca contra ataca! Mas sim, o post de hoje é sobre carnaval e o bafafá que teve sobre a linda e corajosa da Ellen Roche desfilando seu corpão na avenida quebrando os padrões atuais de beleza desta geração que consome cada vez mais merdas midiáticas! Sorry!


          Ellen Roche já foi considerada uma das mulheres mais sexy do país, e agora por ter se tornado “mulherão” é acusada de não ter senso do ridículo por se expor de tal maneira; a gata sambou na cara da sociedade ao responder simplesmente “prefiro ser feliz que ser magra!” Palmas para a diva! Quantas dietas miraculosas e treinos de panicat foram vendidos ao longo do tempo para esse povo que se prepara somente para carnaval e férias (são o que chamamos de fit propaganda – trabalhei numa academia, isso é papo para depois), quantos suplementos foram consumidos desnecessariamente para acelerar resultados?! Quantas garotas não se estreparam como a miss Bumbum (lembram disso?) ou que estão falando mais grosso que meu marido e com mais bigode que meu irmão (bomba)?!  Tudo para se adequar a imagem da vez!
           No programa Hoje em Dia, que passa na Record (eu sei, ninguém deveria assistir a record!) um tal jornalista de celebridades mal amado sempre dava um jeito de criticar quem esteve na passarela: ou era magra demais, ou gorda demais, ou malhada demais, enfim, até chamar a musa pop do carna deste ano, Ellen, de GORDA, após ter dito que a mesma não deveria ter se exposto sabendo que as musas devem cuidar do corpo e blábláblá! WTF!!!! VEJA AS RESPOSTAS DELA AQUI
            O carnaval é uma festa popular! Quer dizer que eu não posso sair de shortinho porque minha Bunda é uma tábua? Ou não posso usar barriguinha de fora só porque sou gordinha? Não posso sair na frente do trio com uma fantasia sexy porque não sou a Juju Salimeni?! Abaixo a ditadura da magreza, da chapinha, do wey protein! Muito me surpreendeu o programa Hoje em Dia, que é voltado para o lar, dar uma declaração como esta: ao chamar Ellen Roche de gorda e dizer que a mesma tinha que se preocupar com a boa forma antes de sair por aí de musa, ele enclausurou a Dona Ana, a Tia Clara, Dona Beth, eu e você por não termos sido moldadas nessa forma maravilhosa e única verdade universal do momento!
Magrinhas, gordinhas, baixinhas, compridas...uni-vos! Com um grande F***-se a toda essa palhaçada!

Eis minha triste saga com a ditadura da beleza: quando eu era pequena nunca fui noivinha de festa junina porque sempre ela uma loirinha do olho azul! E eu sempre dancei melhor que todo mundo (não é falsa modéstia; eu realmente dançava/danço muito bem, aprendo muito rápido e montava coreografias);  na pré-adolescência, eu desenvolvi muito rápido pois praticava esporte, e todas as meninas mais magras e de pernas longas me chamavam de bumbum de elefante; quando estava no ensino médio pesava quase 70kg que não atrapalhavam no meu desenvolvimento em quadra, mas me renderam várias indagações por não fazer dieta! Eu era incrivelmente feliz com meu peso enquanto minhas “amigas” iam enfiar dedo na garganta para vomitar – uma delas foi levada de helicóptero p outra cidade porque engoliu uma escova de dente tentando vomitar- depois de ter passado boa parte da minha vida sendo uma “gordinha gostosa” por motivos de saúde –falta dela, na verdade – perdi aproximadamente 20kg e passei um ano ou mais surtada com minha aparência, pois tenho 170de altura, meio metro de pescoço e não consigo passar dos 53kg! Depois de um ano de drama, choro e terapia de marido consegui me aceitar. O corpo perfeito é o que eu tenho, é o que eu tive, é o que eu vou ter, independente do que a tv me diga, enquanto estiver saudável e feliz não precisarei fazer nenhum tipo de dieta por estética.

20 comentários:

  1. Sinceramente eu não vejo beleza nenhuma na magreza ou nessas super modelos que são super altas e magras,acho que elas não comem nada.E todo mundo acha que elas são Divas,lindas e perfeitas mas na verdade não são.
    Eu não ligo quando alguém fala-você precisa emagrecer,eu vou dizer que vou emagrecer o que? se eu estou bem do jeito que estou,não tenho culpa de estar acima do peso sendo que me sinto bem com o corpo que tenho e para isso não preciso vomitar.
    A Ellen com certeza é uma diva,ela é linda do jeito que é.

    Super parabéns pelo post <3
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. pois não é gata. Passei muito temo surtada porque depois que perdi peso, fiquei alta e magra kkkk mas aprendi a me aceitar, a muito custo, acho que independentemente de ser gordinha ou magra demais, devemos aprender a aceitar o que somos... obrigada por ter vindo.

    ResponderExcluir
  3. Eu também adorei aqui *-*
    Nhaa obrigadaaa, e pode copiar tranquila, não tem problema..
    www.thecuteland.com

    ResponderExcluir
  4. UUooo adorei a matéria e palmas pra ela mesmo .. Isso mostra oque ela é realmente e acho muitas deveriam ter essa humildade que ela tem .. Beijos flor :)

    http://meninamimos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, a humildade e a felicidade dela mostrou uma verdade: podemos ser o que quisermos =]

      Excluir
  5. Sempre fui contra a essas ditaduras. Eu sou mais gorda do que os padrões impõe, e já fui muitas vezes zoada por ser assim. Mal elas sabem que, enquanto elas se preocupam em ter a forma perfeita, eu me preocupando em ser feliz! ;)
    Adorei o post, parabéns mesmo! :D

    Beijos,
    http://totalmenteanta.blogspot.com.br/
    Book Talk - Trilogia 'A Seleção': http://youtu.be/2itfPC8PI1Y

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. passei pelo mesmo, de ser acima do peso, as pessoas não tem ideia: tipo, nao é ruim ser "avantajada" o ruim é ouvir criticas negativas enquanto você está incrivelmente bem, eu não me importava em ser gordinha, eu me irritava com os comentários "você não pensa em fazer dieta?" isso me magoava muito...

      Excluir
  6. O importante é se divertir e ser feliz ao máximo, dessa vida não se leva nada rs
    beijos :*

    www.jessicaestilosinha.com

    ResponderExcluir
  7. Pra mim cada um tem que ser como quiser e pronto. É você que tem que conviver com seu corpo a todo momento. Então, sua opinião que importa.

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  8. Quando criança/pré-adolescente eu nunca pude dividir roupa com minhas amigas porque eu vestia 36 enquanto elas vestiam numeração infantil.
    Isso me deixava muito triste e por muitas vezes chorei querendo ser magra.
    Quando fiquei mais velha, passei por problemas de ansiedade e comecei a surtar com alimentação. Ou passava o dia sem comer ou comia loucamente e vomitava depois.
    Depois de acompanhamento médico, hoje eu posso dizer que me aceito como sou. Admiro quem também não se importa com o que a mídia tenta nos impor.
    Se amar é mais importante, e o primeiro passo para que possamos ser amados pelas outras pessoas também.
    Adorei o post.
    Beijinhos.

    http://multidaodepensamentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa gata, que bom que agora as coisas estão bem para você, mas o pensamento é esse mesmo!
      obrigada por dividir sua vida "com a gente" sei o quanto é difícil expor alguns transtornos ..
      xerinho

      Excluir
  9. Great post and great photos. Like a lot. I follow you, could you follow back, pls. Kiss

    http://mylovelyfashionbih.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Realmente é foda, nunca estamos de acordo com os padrões de fulano ou siclano. Mas a gente tem que se amar e pronto né?!

    ResponderExcluir
  11. Realmente sambou na cara da sociedade kk

    http://www.pampilho-ordinario.com/

    ResponderExcluir
  12. nossa adorei, é isso ai, temos mesmo que nos unir contra essa palhaçada!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  13. pois é xuxu, o povo unido jamais será vencido =]

    ResponderExcluir
  14. Terapia de marido: faço muito rs!

    Já passei vários perrengues por não me aceitar do jeito que sou, hoje busco ser uma pessoa saudável, brinco de projeto maromba, mas em hipótese alguma quero ser uma Panicat, porque isso não é algo que alguém deva se inspirar.

    Acho que se a Ellen Roche (que é linda por natureza) se sente feliz com o corpo que tem, a alegria e beleza reinarão no seu samba na sua carreira e etc. Uma pena que a televisão, internet, mercado exploram a magreza como forma de se destacar (ou ser uma pessoa "normal") na sociedade.

    Abraços

    www.hipermetropiafashion.com.br

    Obrigada pelo comentário no meu blog, é bom saber que tem casadas no mesmo barco que eu rs, também sou péssima nos afazeres domésticos.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Rô. Você falou tudo. Acredito que o importante é você ser feliz do jeito que está e não se matar para seguir padrões.

    Bom fds.

    bjsss,
    www.papuff.com

    ResponderExcluir