disperso em nuvens de fumaça

06:55 @Tiabetok 1 Comentários



Aos poucos tragava. A caixa dizia ter gosto de baunilha, não sentia. Não tinha o paladar treinado às questões tabagistas, mas naquele momento estava fumando.
A cada nova baforada uma tossida. Voltava para si mesma e achava cada vez mais estúpida essa ideia de fumar, no entanto tinha de alguma forma controlar aquela ansiedade.
Tomou um café que também não é de seus hábitos, mas era inverno, e precisava de algo para aquecer-lhe por dentro, já que as poucas roupas que ele deixou ainda aqueciam-lhe o corpo.

Era o último cigarro, e a saudade ainda doía...

Um comentário:

  1. Ola! Seguindo, retribui? https://www.facebook.com/LovelyStyleBlog http://alovelystyle.blogspot.co.uk/ Obrigada!

    ResponderExcluir